Perguntas e respostas em reprodução humana

O que é dilatação da Cavidade Uterina? Como é o procedimento do balão e como pode auxiliar no preparo do endométrio?

É um procedimento descrito para mulheres com aderências intrauterinas (sinéquias), com sucesso em restaurar a cavidade uterina.

Um balão de silicone é colocado dentro do útero e dilatado até 1-3 mL. Depois desinfla-se o balão e o mesmo é removido do útero. Todo o procedimento demora menos de 3 minutos.

De forma experimental pode ser utilizado para pessoas com endométrio fino e funciona também como uma forma de injúria endometrial.

O que é injuria endometrial? Auxilia na implantação do embrião?

Seria causar uma pequena agressão ao endométrio no final do ciclo anterior ou no início do ciclo que se realiza a transferência. A evidência atual sugere não ter benefício se realizado para todas as mulheres no que se refere à chance de gravidez, mas é um procedimento seguro e parece reduzir baixo peso ao nascimento.

O endométrio grosso pode prejudicar a implantação do embrião?

Não há evidência de relação entre endométrio grosso (> 16 mm) e piores resultados.

Além da medicação, o que é possível fazer para engrossar o endométrio? Algum alimento que auxilie ou prejudique nessa fase? Tem alguma restrição alimentar?

Nenhuma mudança na alimentação (incluindo uso de vitaminas) ou no estilo de vida tem qualquer efeito sobre a espessura endometrial. 

Síndrome do Anticorpo Antifosfolípide (SAF) prejudica a implantação? É necessária alguma variação no preparo do endométrio?

SAF é uma condição adquirida ao longo dos anos que aumenta discretamente o risco de trombose e está associado a uma discreta piora nos resultados reprodutivos. Entretanto, a SAF não prejudica a implantação, não sendo necessária qualquer alteração no preparo endometrial.

É necessário parar de amamentar para preparar o endométrio?

Não.

Quais são os tipos de preparo do endométrio? O que determina qual preparo escolher? Qual o melhor?

Temos o preparo natural e o artificial. O natural tem a vantagem de usar menos medicações, o artificial permite maior flexibilidade na escolha da data da transferência de embriões.

Podemos dizer que há o preparo natural e o artificial, existindo algumas variações dentro deles. Não existe clara vantagem de um método sobre o outro.

O preparo interfere no resultado para se ter gestação gemelar?

Não.

Quais os efeitos colaterais dos medicamentos utilizados no preparo do endométrio?

A maioria das pessoas não tem efeitos colaterais.

A ovulação está relacionada em se ter a menstruação? No caso de menstruar todos os meses, é possível fazer o preparo natural?

Se a pessoal está com ciclo menstrual regular sem uso de hormônios é possível realizar o preparo natural.

Quantos dias dura cada tipo de preparo?

Normalmente algo entre 15-22 dias.

A espessura do endométrio influencia a taxa de gestação?

Há dúvidas se o endométrio fino (< 6 mm) reduz levemente a chance de gravidez. A partir desta espessura endometrial, não há diferença.

É necessário parar o uso de medicamento que contém dienogeste para preparar o endométrio?

Sim

Histeroscopia diagnostica sobre falha de implantação?

A histeroscopia diagnóstica não traz qualquer benefício sobre a chance de gravidez, mesmo em quem teve algumas falhas.

No preparo artificial, ao retirar o estradiol, pode acontecer de diminuir a espessura do endométrio?

A medida da espessura endometrial sofre variação de até 2 mm se for repetida por outra pessoa no mesmo dia. Desta forma, é importante ter muito cuidado com a leitura, pois pequenas variações são esperadas devido à própria técnica.

Quais riscos e benefícios ao utilizar heparina no preparo do endométrio? Auxilia na implantação o embrião?

A heparina não traz qualquer benefício ao preparo do endométrio, agregando apenas riscos e custos adicionais. O principal risco do uso da heparina está associado a um aumento no sangramento. Considerando o preparo endometrial, é importante ressaltar que o uso da heparina pode complicar uma eventual gravidez nas trompas. 

Sabe-se que o risco de gravidez nas trompas é até mais alto em quem faz reprodução assistida (o que é desconhecido por muitos) e a principal complicação desta condição é um sangramento exagerado devido à ruptura da trompa, que pode levar à morte da mulher. 

Quais os motivos da não evolução do embrião pós transferência?

São muitos os motivos conhecidos e certamente há vários outros que desconhecemos. Não temos qualquer controle nem sobre os conhecidos:

– O embrião sair da cavidade uterina

– O embrião parar de desenvolver

– O embrião iniciar a implantação e a mesma ser interrompida por algum tipo de sangramento

O que é endométrio trilaminar? É necessário que esteja trilaminar para a implantação do embrião?

Trilaminar se refere à aparência do endométrio à ultrassonografia. A avaliação do padrão do endométrio sofre variabilidade de vários pontos, particularmente da técnica empregada. Não é algo para se preocupar.

Até que ponto endometriose, endometrite, adenomiose, miomas e pólipos atrapalham na implantação do embrião? Em algum destes casos é necessário operar antes da FIV? O que efetivamente reduz a chance de sucesso da implantação?

Endometriose e adenomiose certamente não trazem qualquer impacto. O impacto da endometrite, inclusive o seu diagnóstico, ainda é algo muito controverso.

Após retirada de pólipos, quando iniciar o preparo do endométrio?

Não há necessidade de qualquer prazo. Pode se transferir no ciclo seguinte ou até no mesmo ciclo

Aderência por cirurgia de retirada de mioma fora do u?tero atrapalha na transferência?

Depende. Se a aderência for dentro do útero, pode prejudicar. Se for fora do útero, não terá qualquer impacto.

Por até quantos dias após o início do ciclo pode usar estradiol? Se afina o endométrio, por que é utilizado no preparo?

O estradiol não afina o endométrio. Muito pelo contrário; este hormônio estimula a proliferação do endométrio

Curetagem pode ocasionar alteração no endométrio que prejudique o preparo e a implantação do embrião?

Apenas se causar aderências intrauterinas, que prejudicam a formação do endométrio.

É possível fazer preparo natural com o endométrio fino?

Sim, o endométrio frequentemente fica até mais espesso com o preparo natural.

Qual a importância do ERA, EMMA e ALICE para quem já fez 3 transferências e não engravidou?

Nenhuma importância. Trata-se apenas de um gasto e exposição à riscos sem qualquer benefício comprovado.

Existe falha de implantação ou a não implantação e a gestação ser levada adiante está relacionado diretamente ao embrião?

Há inúmeros motivos para uma gestação não evoluir, não sendo possível identificar a causa. Alguns exemplos: o embrião parar de evoluir, o embrião sair da cavidade uterina, o embrião iniciar a implantação e algum sangramento acabar atrapalhando o processo. No que se refere ao sucesso do tratamento, os únicos pontos que podemos controlar são:

– Remoção das trompas quando as mesmas estão dilatadas

– Uso de óvulos doados quando a idade e/ou a reserva ovariana não são favoráveis

– Poder repetir o tratamento, ou seja, poder ter múltiplas tentativas

– Boa qualidade dos equipamentos e insumos utilizados para os procedimentos

– Bom treinamento das pessoas que realizam os procedimentos

Como é feito o preparo do endométrio para paciente com endometriose, tem diferença?

Não há qualquer diferença no preparo do endométrio de quem tem endometriose.

Quando o endométrio está fino, a transferência é cancelada? Qual a espessura mínima para transferir?

Apesar de não ser necessário, pode-se optar por cancelar a transferência quando o endométrio está fino (< 6 mm). Entretanto, deve-se considerar que o impacto do endométrio fino ainda é bastante controverso, sendo possível ocorrer a gravidez mesmo com endométrios mais finos (3-4 mm).

Escape durante o preparo é normal? Se não, quais seriam as causas e tratamentos? É normal menstruar durante preparo artificial? O que fazer para o próximo ciclo?

Sangramentos vaginais não são comuns, mas podem ser totalmente irrelevantes. Seria importante investigar a causa (podem ser várias).

Cólica leve durante a preparação para TEC é normal?

Sim.

O que fazer naqueles endométrios que não respondem nem com medicação e nem em ciclo natural?

Precisa tentar identificar a causa. As duas principais são aderências intrauterinas e falta de receptores de estrogênio; este último pode ser causado pelo uso de contraceptivos hormonais e pode demorar alguns meses até que o endométrio volte a crescer.

Qual a medida perfeita do endométrio para transferência?

Não existe medida perfeita e não há motivos se preocupar tanto com o endométrio. 

Depois de 2 ciclos cancelados no preparo artificial, há indicação de preparo natural?

Não necessariamente, mas pode ser tentado.

É necessário dosar progest.erona durante o preparo?

Não

Para quem vai ser receptora, o tempo é maior do preparo do endométrio?

Não.

É normal o TSH aumentar durante o preparo do endométrio?

Pequenas variações do TSH são totalmente observadas em qualquer pessoa ao longo do tempo. O preparo endometrial não interfere com a dosagem do TSH.Por Luiz Fernando Gonçalves Borges – médico ginecologista e obstetra, pós-graduado em Reprodução Humana