Verdades sobre a trombofilia que tanto apavoram as mulheres

Quais os riscos de usar anticoagulante sem necessidade?

Sangramento além do normal. Os casos mais graves podem evoluir com acidente vascular cerebral e morte.

Alteração na enzima MTHFR e/ou PAI-1 é normal na população?

Sim, a maioria da população tem resultado considerado “alterado” para um destes dois exames. E esta “alteração” não traz nenhuma consequência para o resultado do tratamento de FIV.

Se a heparina não tem muito sucesso, por que é tão indicado usar?

A heparina não melhora em nada a chance do tratamento de FIV e não reduz o risco de aborto em quem tem trombofilia hereditária. A única situação em que talvez haja algum benefício, ainda que controverso, seria para reduzir o risco de aborto em quem tem Síndrome do Anticorpo Antifosfolipide (SAF). Baseado nisso, houve uma generalização para todas as situações, fortemente motivado pela indústria farmacêutica que tem muito interesse financeiro no uso de heparina e usa o seu grande poder para influenciar médicos e pacientes.

É indicado biópsia embrionária para trombofilias?

Não.

Pessoa heterozigoto para Fator V de Leiden tem indicação de usar heparina?

Não.

Alteração na enzima MTHFR causa síndrome de Down?

Não.

Depois dos 30 anos, a mulher tem mais chance de ter trombofilia hereditária?

Não.

Quantas vezes devemos fazer os exames para detecção de trombofilias hereditárias?

Não há vantagens em se realizar essa avaliação em pessoas querendo ter filhos.

Pessoa com Síndrome do Anticorpo Antifosfolípide (SAF) pode fazer tratamento de FIV?

Sim, o tratamento é feito de forma usual.

Outras perguntas

Existe tratamento complementar que evite ou previna o aborto com óvulos próprios ou doados?

Não existe qualquer tratamento que seja comprovadamente efetivo para reduzir o risco de abortamento. No melhor dos cenários (mulheres com menos de 30 anos ou usando óvulos doados), esse risco é de aproximadamente 10%.

É necessário que útero tenha um tamanho considerado normal para dar certo de engravidar? Quando menor que o esperado, pode prejudicar a chance de gravidez?

O tamanho do útero não é um fator que prejudica a chance de gravidez.

Pólipos atrapalham na implantação do embrião? É aconselhado remover antes de transferir?

É controverso o efeito do pólipo sobre a chance de gravidez. Apesar de não ser recomendado a sua remoção antes de transferência, como é um procedimento fácil e de baixo risco, normalmente eles são removidos antes da transferência de embriões.

Baixa qualidade e quantidade de espermatozoides causa abortos de repetição?

Não.

É necessário suspender o uso de isotretinoína (Roacutan) para quem pretende congelar óvulos?

Sabe-se que a isotretinoína não deve ser usada durante a gravidez pois causa malformações, mas acredita-se que isso se deva ao efeito direto da isotretinoína sobre o embrião. Apesar de não haver evidência de efeito deletério para quem pretende congelar óvulos/embriões, sugere-se não se realizar neste período por cautela.

É possível fazer a reativação dos folículos?

Não acreditamos que haja qualquer evidência de benefício. E há riscos/custos relacionados aos procedimentos. Trata-se de um procedimento completamente experimental e que somente deveria ser realizada em pesquisas.

Qual a porcentagem de formação de embrião por óvulo?

É muito variável entre as pessoas. Em geral, bons serviços conseguem 1 embrião em estágio de blastocisto a cada 4-5 óvulos.

Por Luiz Fernando Gonçalves Borges – médico ginecologista e obstetra, pós-graduado em Reprodução Humana